quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Devoção mariana do Padre Alberione


As primeiras experiências da devoção mariana de Tiago Alberione aconteceram na família onde se recitava diariamente o Rosário.
Nossa Senhora do Rosário


À Senhora do Rosário era dedicado o arco do Belvedere em Cherasco.
À Rainha do Rosário era consagrada uma bela Igreja da cidade, Santa Maria do Povo.
A recitação do Rosário foi para o pequeno Alberione a "escola evangélica" por excelência, da qual falará frequentemente como pastor e fundador. Escola de mentalidade cristã, de santidade e de espírito missionário.

A Senhora das Flores
Mamãe Teresa consagrou seus filhos a Nossa Senhora das Flores. Alberione escrevia em 1956:  "Mamãe nos tinha consagrado todos a Maria, Rainha das Flores, apenas recém-nascidos".
O Santuário da Senhora das Flores, em Bra, lembra o lugar onde uma jovem - Egidia Mathis -, assediada por soldados franceses, tinha invocado a Virgem e fora prodigiosamente defendida.

Em "Mihi vivere Christus est" Alberione fala de uma promessa feita a ela, aos 9 anos, para que fosse promovido na escola. Como fora promovido, a mãe lhe disse: "Devagar em prometer! Seja generoso em cumprir. Vá e não acenda uma vela pequena" (MV 114).

La Madonnina
A bem-aventurada Virgem das Graças em Cherasco 
(A Senhorinha = Madonnina)
Sabe-se por informações de Tômalin, o último irmão de padre Alberione: "Fui muitas vezes à Missa com Tiaguinho, também nos dias de semana e sempre nos dias festivos. Íamos a São Martinho e outras vezes à Madonnina". Em 1912, deu-se o início do apostolado das edições com a impressão do livro A bem-aventurada Virgem das Graças em Cherasco.

Madonna della Moretta
Ao sul de Alba
O Santuário foi um lugar mariano muito caro ao padre Alberione. Sacerdote e Fundador, ele foi frequentemente pedir a Maria luz, força, ajuda nos momentos difíceis.
Em 12 de setembro de 1913, último dia do tríduo, o senhor teólogo foi convidado a pregar no Santuário della Moretta. Falou sobre "Maria tem como principal apostolado o de dar Jesus ao mundo". Dom José Re, bispo de Alba, estava presente neste dia, e encarregou Alberione para cuidar da imprensa diocesana, a qual abriu o caminho ao apostolado. (cf AD 30). "Dali todo o desenvolvimento" (CISP 179). Soara a "hora de Deus". Menos de um ano depois, 20 de agosto de 1914, padre Alberione iniciava a Família Paulina.

Imaculada
Uma outra forma de piedade cara ao jovem Alberione foi a devoção à Imaculada. A festa era recente e evocava muitos significados: doutrinais, pedagógicos, apostólicos. À Imaculada era dedicada a capela do Seminário de Bra. Diante daquela branca estátua Tiago viveu o seu "mistério pascal" na primavera de 1900, quando foi demitido do Seminário. No seu Diário Juvenil ele mesmo testemunha: "anos turbulentos, fatais para meu instinto que aspirava à grandeza. Mas, Maria me salvou!"
Glórias de Maria
O encontro de Alberione com Santo Afonso de Liguori (1696-1787) deu-se sobretudo mediante as Glórias de Maria e as práticas por ele sugeridas "para conquistar a devoção a Maria". Isto se revelará depois na catequese e na atividade editorial de Alberione. Por exemplo, quando promoverá a contínua reimpressão de escritos afonsianos.


Tratado da verdadeira devoção a Maria
Outro mestre da piedade mariana de Alberione foi Grignion de Monfort (1673-1716) do qual Alberione apreende o senso austero, exigente e missionário da "perfeita devoção a Maria" e da perfeita consagração a Jesus Cristo, com a determinação de fazer "tudo com Maria, por Maria e em Maria".
Magistério da Igreja - Leão XIII
Alberione descobre o magistério iluminado do papa Leão XIII (1810-1903). Das suas numerosas encíclicas, duas sobretudo tiveram um influxo determinante na formação de Tiago Alberione:

Adiutricem populi christiani sobre Nossa Senhora (1895) e

Tametsi futura sobre Jesus e a salvação do novo século (1900).

A primeira foi reveladora para a sua compreensão de Maria como "Mãe, Mestra e Rainha dos Apóstolos".

A segunda, pela sua visão de Cristo como inspirador de uma nova cultura cristã, "Mestre" do pensamento, da moral, da oração, porque só ele é "o Caminho, a Verdade e a Vida"(Jo 14,6).

Mãe do Bom Conselho
Inspiradora de todo este caminho de formação em Alba era a Mãe do Bom Conselho, à qual era dedicada a capela do Seminário, e  cuja imagem (a Virgem com o Menino nos braços) inspirará de alguma forma o futuro quadro da Rainha dos Apóstolos.

Mãe da Divina Graça
Em 1922 o Fundador teve um sonho. Viu a Nossa Senhora aureolada de luz que lhe dizia: "Sou a Mãe da divina Graça".

Nossa Senhora de Langa, em Benevello
Santuário da cura
É um Santuário dedicado à Virgem da Anunciação.
Em junho de 1923, Padre Alberione adoeceu gravemente. Tinha 39 anos. "Acrescente-se a saúde precária. "não o salvareis. A tuberculose toma conta dele", diziam ao bispo..."(AD 112). Os médicos haviam lhe dado 18 a 24 meses de vida. Para se recuperar foi hospedar-se na casa paroquial  de Benevello. Padre Alberione permaneceu em Benevello até os primeiros dias de setembro, perfeitamente curado. Os mais antigos do lugar recordam das frequentes visitas que padre Alberione fazia ao Santuário, recitando o rosário pelo caminho até a capela da Senhora de Langa.
Em seguida, Alberione contou sobre o sonho em que lhe apareceu o Divino Mestre confirmando o Instituto recém-iniciado, dando-lhe o programa de vida: "Não tenham medo. Eu estou convosco - Daqui quero iluminar - Tenham arrependimento dos pecados".

Santuário da Rainha dos Apóstolos
Coração mariano da Família Paulina, em Roma

Santuário “Rainha dos Apóstolos”, obra monumental, fruto de uma 

promessa feita no início da Segunda Guerra Mundial: 

“Ó Maria, Mãe e Rainha dos Apóstolos, se salvardes a vida dos 

e das  nossas, construiremos aqui a igreja em louvor ao vosso 

nome”.

Ele mesmo recordou esse fato a 8 de dezembro de 1954, dia 

conclusivo  da dedicação do Santuário (cf. CISP 595s).


O Santuário é constituído de três planos:

1º 
       Subcripta  


Entrada

Altar dedicado à Santíssima Trindade
"Por Ele, com Ele e nEle,
a ti, Deus Pai, todo poderoso,
na unidade do Espírito Santo,
toda honra e toda a glória
por todos os séculos dos séculos
Amém."

Capela
Santíssima Trindade, atrás do altar principal



Não temais

Urna do Pe. Alberione _ à esquerda

Urna de Mestra Tecla - à direita

  Criação

Criação do homem e da mulher

Pentecostes, a Igreja
Maria coroada Rainha


2
CRIPTA




 As mulheres da Aliança


 

 Esculpidos do lado do altar principal


Apocalipse

Profetas
Jeremias e Miquéias
Moisés e Isaias

Urna do bem-aventurado Giaccardo


3
Santuário

 Altar principal

Azulejo: Maria Rainha dos Apóstolos


Jesus Divino Mestre

São Paulo Apóstolo

Piso - sinal de onde caiu a bomba


 Cúpula: Mãe da Humanidade (Santagata)


Bem-aventurado Tiago Alberione


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário